sexta-feira, fevereiro 26, 2021
Início DESTAQUES A importância do professor no ensino às pessoas com deficiência - online...

A importância do professor no ensino às pessoas com deficiência – online ou presencial

 

O professor é um dos grandes agentes de transformação na sociedade e na vida de pessoas com deficiência. O impacto ou poder de suas ações é imensurável.

O conhecimento, a instrução direcionada e o ponto de apoio encontrado nos mestres são responsáveis por mudar a realidade, abrir o leque de possibilidades para PcDs e dar sentido à palavra inclusão.

Se você abraçou esta missão, nós admiramos esta escolha e queremos aproveitar para dar algumas dicas sobre como lecionar para pessoas com deficiência. Vamos lá?

Sentadas no chão da quadra, cinco alunas são instruídas pelo professor Andrew Cassiano, que está de pé, em uma aula de badminton no CT Paralímpico

Aula de badminton no CT Paralímpico | ©Ale Cabral/CPB

1 – Conheça seu(s) aluno(s)
Buscar informações sobre o seu aluno com deficiência é entender o mundo dele. Entenda suas limitações sejam elas motoras, cognitivas e/ou sociais. Se possível, conheça seu histórico médico e social, pois será uma ferramenta essencial para um atendimento de qualidade. Converse com a família para descobrir detalhes, que muitas vezes passam despercebidos no período da prática esportiva. Aprenda como é o jeito do aluno: tímido(a), calmo(a), agitado(a) etc, se teve alguma experiência esportiva anterior e como se sentiu. Saber tais características ajudará a entender qual é a melhor forma de abordagem e estímulo para interações sociais e esportivas.

2 – Se necessário, faça adaptações 
Nem sempre é preciso realizar adaptações nas aulas para pessoas com deficiência, mas quando houver a necessidade busque adaptar atividades de forma com que todos os alunos possam interagir de forma similar, assim o aluno com deficiência será naturalmente integrado. Sempre que possível, faça atividades que promovam a aceitação da diferença e diversidade. Evite programar aulas pensando somente no aluno com deficiência, pois desta forma você excluirá o restante dos alunos sem deficiência. É importante que a atividade seja acessível e motivadora para todos os alunos. Estas abordagens são importantes contra o bullying, por exemplo, em ambientes escolares.

3 – Ensine de forma lúdica
Jogos e atividades com objetivos claros envolvem os alunos, ajudam a prender a atenção e aumentam o interesse sobre o tema discutido. Busque usar objetos, recursos visuais, táteis e auditivos, adequando os recursos à realidade do aluno para proporcionar abordagens mais interativas. Desafios alcançáveis são muito bem-vindos e estimulam o aluno com deficiência a utilizar capacidades que talvez ainda não foram descobertas. Valorize pequenos e grandes feitos, mesmo que, para você, a atividade possa parecer simples. Caso o formato das suas aulas seja online, adapte os recursos visuais com descrições dos materiais em texto ou em audiodescrição, caso seu aluno seja deficiente visual, por exemplo.

Se você ainda não conhece o curso Movimento Paralímpico: fundamentos básicos do esporte, esta é sua oportunidade de inscrever-se de forma gratuita.

Most Popular

Recent Comments