sábado, fevereiro 27, 2021
Início DESTAQUES Rivalidade entre Palmeiras e Santos na final da Libertadores

Rivalidade entre Palmeiras e Santos na final da Libertadores

Final da Libertadores terá parada para reidratação se temperatura superar 32 graus; previsão é de 37

foto: Divulgação/Conmebol

final da Copa Libertadores da América de 2020 será a 61ª final desta competição, organizada anualmente pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL). Pela segunda vez na história, será disputada em jogo único, no dia 30 de janeiro de 2021 no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, Brasil.

A primeira final em jogo único da competição, foi vencida pela equipe do Flamengo em 2019, pelo placar de 2–1 sobre a equipe argentina do River Plate.

O vencedor garantirá o direito de participar da Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2020 no Qatar ( 7 de fevereiro). Além do Mundial de Clubes, o campeão terá o direito de participar da Recopa Sul-Americana de 2021 contra o campeão da Copa Sul-Americana de 2020 ( Defensa y Justicia, da argentina)

Títulos

O Santos busca o tetra da Libertadores Campeão em 1962, 1963 e 2011,, o que o tornaria o clube brasileiro com o maior número de conquista do torneio, enquanto o Palmeiras deseja a  segundo titulo  da competição continental – a primeira foi em 1999.

Troféu da Copa Libertadores

    O troféu da Copa Libertadores vai entrar no gramado do Maracanã carregado por um ídolo de cada time, dois atacantes que conheceram a glória de conquistar a Copa Libertadores: Evair, pelo Palmeiras, e Pepe, pelo Santos.

Evair, em homenagem recebida em 2015 — Foto: Marcos Ribolli

Foto: Marcos Ribolli

     Evair foi campeão em 1999, quando o Palmeiras deixou pelo caminho Vasco, Corinthians e River Plate antes de derrotar o Deportivo Cali na final, decidida nos pênaltis. O centroavante anotou um gol na partida decisiva no Palestra Itália.

Pepe, ídolo do Santos, após se curar da Covid-19 — Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

 Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

     Pepe foi bicampeão com o Santos em 1962 e 1963. No primeiro título, o Canhão da Vila fez quatro gols na campanha do primeiro título, quando o Santos bateu o Peñarol na final. Ao todo, em quatro edições no torneio, Pepe anotou oito gols. No final do ano passado, Pepe (hoje com 85 anos) foi infectado pela Covid-19 e passou alguns dias internado, mas venceu a doença.

Reidratação

O protocolo da competição prevê que a parada para reidratação deve ocorrer caso os termômetros marquem temperatura acima de 32 graus. A previsão do tempo para as 17h de sábado, horário do jogo no Maracanã, indica temperatura entre 35 e 37 graus.

Ultima conquista

Numa reedição da final de 1962. Em 2011 o Santos novamente superou o Peñarol após empatar sem gols em Montevidéu, e vencer a partida de volta em São Paulo por 2–1.

Taça Libertadores da América – 2011

foto: acervo santos

Em 1999 o Palmeiras, após  derrotar, no tempo normal (2 a 1) e nos pênaltis (4 a 3), o Deportivo Cali, da Colômbia, em partida  realizada no Estádio Palestra Itália,  no dia 16 de junho. O primeiro jogo na cidade colombiana de Cali, no Estádio Olímpico Pascual Guerrero, teve a vitória do Deportivo, por 1 a 0.

Palmeiras Campeão da Libertadores de 1999 - Quem lembra desses boleiros? | Papo com Boleiro | LANCE!

foto: acervo palmeiras

Transmissão da final

Ás 17h deste sábado (30), o SBT  na TV aberta, já na TV fechada o FOX Sports e a Conmebol TV.

Most Popular

Recent Comments